Os 3 principais fatores de sucesso na implementação do BIM em escritórios de engenharia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email

A partir de uma lista de razões, procuramos identificar quais pontos eram comuns entre as diferentes empresas e que poderiam explicar essa diferença. Vou compartilhar o resultado da nossa experiência com você.

Nos últimos 10 anos acompanhei centenas de empresas que escolheram nossas soluções para apoiar um fluxo de trabalho BIM, dentro dos departamentos de engenharia. Como em qualquer amostragem, nem todas as empresas atingiram o resultado esperado no tempo planejado. 

Algumas surpreenderam, já produzindo desenhos a partir de modelos com elementos em LOD 400, antes mesmo do primeiro dia de treinamento. 

Outras, mais de um ano depois, não conseguiam avançar. Isso era muito frustrante para nossa equipe, pois a medida do nosso sucesso é o sucesso do cliente. Na nossa abordagem, sempre identificamos os pontos de melhoria dentro do processo atual da engenharia do cliente. Quando concordamos que a situação pode ser melhorada com nossas ferramentas, a venda é apenas uma consequência. Então, quais fatores faziam a diferença em uma implementação de sucesso?

DECISÃO

“What a Difference a Decision Makes”. As pessoas da sua empresa, em geral, preferem que nada mude. Especialmente quando elas se sentem bem e vivem em ambiente estável. Aprender um novo software? Mudar meu processo de trabalho? Mudar dói.

Na dor, tudo fica mais difícil, mais complicado e a tendência é amplificar os problemas e ficar só nos planos. A não ser que a sobrevivência esteja ameaçada, seja ela do seu emprego ou do seu negócio. 

Se seus concorrentes estão saindo na frente, ou seu colega já está dominando um novo conhecimento, e você não, o sofrimento pode ser maior do que agir para mudar.

É aí que a decisão da diretoria ou da alta gerência faz a diferença:
“Vamos começar com uma licença para ver se dá certo. O estagiário vai ajudar a testar.” 

“Entregar projetos dentro de um fluxo de trabalho BIM é uma decisão estratégica. Avaliamos a sua solução e estamos comprometidos em todos os níveis.”

Em qual dessas duas situações você acredita que o estagiário, ou qualquer outro membro da equipe, terá o melhor resultado?

EQUIPE

Quando a grama do vizinho está mais verde. Poucas coisas estimulam mais uma pessoa do que isso: testemunhar o sucesso da equipe, ou da pessoa, ao lado. Então, escolha muito bem com quem começar.

Sabe aquele funcionário novo, que passa várias horas imerso no mundo 3D dos games, jogando no PlayStation ou no Xbox? Ele não aguenta mais desenhar linhas no CAD, ou fazer trabalho repetitivo. Ele aprende muito rápido a usar uma nova ferramenta e vai adorar modelar uma obra virtualmente, com objetos inteligentes, detalhando todos os elementos como serão, ou foram, construído.

Coloque ao seu lado alguém com experiência em “como fazer”, que já verificou muitos projetos, e sabe o que dá certo, ou não, na prática. Essa combinação é mágica! Um vai aprender com o outro e a curva de aprendizado será acelerada. O sucesso dessa equipe irá estimular, naturalmente, os outros.

Conseguiu identificar essas pessoas no seu time? Então peça hoje suas licenças de testes do SCIA Engineer, do Allplan Engineering ou do DDS-CAD aqui: 

www.bimworks.com.br

PROJETO PILOTO

Quais características são importantes para se escolher um projeto piloto? Devo escolher um pequeno para começar, ou só em um projeto grande a vantagem do BIM é mais evidente? Para uma equipe sem tanta experiência é melhor escolher um de baixa complexidade, ou, se for muito simples, o aprendizado fica prejudicado? Devo escolher o mais complexo então?

Não importa se o projeto piloto é grande ou pequeno, simples ou complexo. Só NÃO ESCOLHA aquele que precisa ser entregue na segunda-feira. Sei que é difícil, todos são para ontem, mas escolha uma parte daquele grande projeto cuja entrega seja a última. 

Todo novo processo representa um desafio. Incluir a pressão por tempo só vai atrapalhar. Estime um prazo confortável para a entrega e multiplique por 2. Nada abate mais a moral de uma equipe do que não atingir metas. No início a sua produtividade será menor, é natural. Mas nas condições corretas, com o tempo, você estará em um patamar superior.

É claro que existem outros fatores importantes, mas esses 3 se destacam. Você tem perguntas? Deixe seus comentários, ou, se preferir, meu WhatsApp é 11-95252-3752.

Será um prazer ajudá-lo.

Já falou com um de nossos especialistas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar um artigo
Receba conteúdos exclusivos

Cadastre-se para receber notícias em primeira mão

Categorias
contato

Fale com um especialista

Como podemos ajudar você?

Buscar