Menu

Diferentes modos para definição de efeitos de cargas

Existem várias maneiras de inserir forças internas para definir cargas no modelo do IDEA StatiCa Connection. Neste artigo, veremos todas elas.

Para defini-las, você pode usar um dos seguintes métodos:

  1. Inserir manualmente na tabela
  2. Inserir manualmente de uma planilha
  3. Importação automática utilizando o BIM link (IDEA StatiCa Checkbot)
  4. Transferência de carga a partir de um projeto de ligação para outro
  5. Porcentagem de carga baseada na capacidade da seção transversal

Agora, veremos cada uma das opções da lista.

1.  Inserir manualmente na tabela

Neste método você pode carregar os elementos pela tabela de cargas por um conjunto de seis forças internas. Logo abaixo é exibida a tabela de forças desbalanceadas, que se baseia na opção de “Cargas em equilíbrio”. (Nota: Quando a opção está desativada, você não pode aplicar carga no elemento apoiado. Para saber mais, acesse Equilíbrio e elementos de apoio.)

Estão disponíveis diferentes ações nas opções superiores, acima da tabela de carregamento ou no menu  com o botão direito do mouse. Você pode definir vários casos de carga, copiar ou excluir os existentes ou desmarcar alguns casos que não serão avaliados na análise.

Para exibir o diagrama de momento fletor no elemento selecionado, alterne o modo de exibição para o esquema axial dos elementos, localizado no canto superior direito da cena 3D, e selecione o elemento na tabela de cargas. A carga vermelha na cena representa a carga no apoio (suas reações).

As células correspondentes na tabela de carga são “bloqueadas” (impedindo a entrada de dados), dependendo do tipo de modelo selecionado. Veja mais no artigo Como modelar uma ligação com um único parafuso (Tipo de modelo).

Para mudar as unidades, acesse Como mudar as unidades no IDEA StatiCa Connection.

Certifique-se de definir as forças na posição correta de acordo com os tipos de modelo dos elementos correspondentes. Leia o artigo Como definir a posição das cargas corretamente para entender a questão.

2.  Inserir manualmente de uma planilha

Para economizar tempo transferindo a carga de outro arquivo de origem (pode ser do seu modelo de análise global ou apenas de outro modelo de ligação do IDEA StatiCa), há uma opção para inserir os valores de carga na tabela a partir de uma planilha. Selecione Importar XLS na faixa de opções superiores.

A tabela Excel na imagem possui 3 casos de carga. Copie e cole os valores (CRTL+C e CTRL+V).

Os valores serão divididos automaticamente em três casos de carga. Certifique-se de que a ordem das linhas que você está transferindo corresponda exatamente à ordem dos elementos na tabela, mas você poderá reorganizá-la usando as setas à direita. Para evitar o primeiro caso de carga vazio, selecione Substituir as cargas existentes.

Depois de confirmar, selecionando OK, serão criados os três casos de carga. Os valores nulos na tabela de forças desbalanceadas confirmam que a importação foi feita corretamente. Consulte o artigo Como importar efeitos de carga da planilha Excel.

Para um conjunto grande de efeitos de carga, considere o uso da função Seleção de Cargas Extremas.

Para transferir a carga de um modelo do IDEA StatiCa Connection para outro, você também pode exportar os valores para uma tabela usando o botão Exportar XLS nas opções superiores. Os efeitos de carga serão salvos como um arquivo CSV. No entanto, há uma alternativa mais simples apresentada no método 4 (Transferência de carga a partir de um projeto de ligação para outro).

3.  Importação automática utilizando o BIM link (IDEA StatiCa Checkbot)

O fluxo de trabalho BIM é uma funcionalidade essencial do IDEA StatiCa Connection. Com o BIM link, as forças internas de todas as combinações e casos de carga serão importados de uma só vez. Para fazer uma transferência fácil e suave das cargas, dos elementos e das seções transversais, foi desenvolvido o IDEA StatiCa Checkbot, que permite que o IDEA StatiCa Connection se incorpore perfeitamente ao processo geral BIM.

Confira a funcionalidade completa do IDEA StatiCa Checkbot no artigo dedicado ou aprenda a usá-lo com seu programa MEF/CAD em um dos tutoriais.

Se você não tiver certeza se o Idea possui vínculo com o programa que você está trabalhando, visite a página de Integrações suportadas. Leia mais sobre o tópico em BIM – A resposta para todas as nossas orações (engenharia estrutural)?.

Uma explicação mais detalhada sobre o processamento da carga durante a exportação BIM pode ser encontrada no artigo Importação de cargas do software MEF. As forças desbalanceadas ao importar a carga usando o BIM link são discutidas no artigo Forças desbalanceadas na importação pelo BIM link.

4. Transferência de carga a partir de um projeto de ligação para outro

Esta é outra opção para transferir a carga de um modelo IDEA StatiCa Connection para outro, útil especialmente quando você possui um modelo CAD com ligações definidas e um modelo estrutural em um programa MEF. Nesse caso, você pode combinar as cargas do modelo de ligação exportado pelo MEF com o modelo exportado pelo CAD, e estará pronto para executar a análise.

Selecione o botão Importar Ligação nas opções superiores.

Selecione o arquivo .ideacon com carga que você deseja importar.

Todos os casos de carga serão transferidos para o seu novo modelo de ligação.

Assista à gravação do webinar Tackling IDEA StatiCa Connection – BIM links com a explicação sobre transferência de carga de um arquivo .ideacon para outro pela função Importar ligação para combinar os modelos Tekla e SAP2000.

O fluxo de trabalho combinado também é apresentado no tutorial Como combinar estruturas Tekla e SAP2000.

5.  Porcentagem de carga baseada na capacidade da seção transversal

Esta é uma opção simples para inserir os efeitos de carga, na qual os elementos podem ser carregados por uma porcentagem definida da capacidade da sua seção transversal. A definição das cargas em relação a capacidade da seção destina-se principalmente a ser uma ferramenta simples. Recomenda-se considerar o equilíbrio das cargas.

Leia mais sobre esta ferramenta no artigo Porcentagem de carregamento.


Escrito por: IDEA STATICA ®
Traduzido por: Ananda Knoedt
Para acessar o artigo original em inglês, clique aqui.

Assine nossa

newsletter

Gostou dos nossos artigos?
Cadastre-se e fique por dentro de tudo!

    Buscar